Candidature

Mot du Président

A presente candidatura ao premio “Francisco de Melo e Torres” surge de forma natural e diria mesmo intuitiva, a reflexão sobre os fundamentos para apresentar , S.ª Ex.ª o Senhor Embaixador Vítor Sereno a este galardão é uma consequência da análise que se  pode fazer do percurso de um diplomata que interpreta com assinalável astucia e um elevado sentido de estado, a missão conferida para representar um Portugal moderno e competitivo.

Dotado de uma particular capacidade para comunicar,  S.ª Ex.ª o Senhor Embaixador Vítor Sereno é uma personalidade cuja presença se demarca pela forma interativa e direta com que se relaciona com os nossos concidadãos, imprimindo uma dinâmica face à qual é difícil ficar – se indiferente.

O currículo de mérito a par das conquistas de relevo que indiscutivelmente contribuíram para o prestigio de Portugal no mundo, construído ao longo de uma auspiciosa carreira diplomática e governativa, deixa-nos perceber que este é, sem margem para duvidas, um caso exemplar e um modelo a seguir quando olhamos para a diplomacia portuguesa, é desta safra que Lusitânia pátria  necessita para se afirmar, esta é, provavelmente, a dinâmica  compatível com os exigentes desafios do século XXI.

A personalidade vincada que caracteriza S.ª Ex.ª o Senhor Embaixador Vítor Sereno, apenas igualada pelo rigor e pragmatismo do discurso, demonstrou no ultimo ano uma invulgar tenacidade, merecendo os mais rasgados elogios da família diplomática e institucional do Senegal e Costa do Marfim, as duas principais economias da sua missão nesta região emergente do continente Africano.

As modificações operadas na Missão Diplomática do Senegal, complexas, não obstante necessárias,  operadas em apenas 12 meses, somente possíveis fruto de uma grande  convicção, rigor e profissionalismo , trouxeram a este destino um Portugal renovado e condizente com os desígnios da referida modernidade e competitividade, hoje, a missão diplomática em Dacar apresenta uma nova face.

A firme convicção na defesa da presente candidatura resulta, entre outros, do simples facto de me aperceber, quotidianamente nas relações que mantemos com diversos chefes de missão diplomática, instancias  governamentais e ainda organizações internacionais  que  S.ª Ex.ª o Senhor Embaixador Vítor Sereno é já uma referencia na forma e no estilo, com que defende os interesses de Portugal.

Concluo com um exercício  prático mas de expressão muito objetiva : nunca como hoje, as empresas e a economia portuguesa esteve tão bem representada e acompanhada no Senegal e restantes países que constituem a missão diplomática portuguesa, após 8 anos de permanência na região, em especial no Senegal,  atrevo-me a afirmar que nasce das mãos de S.ª Ex.ª o Senhor Embaixador Vítor Sereno aquilo a denominamos de Comunidade Portuguesa no Senegal.

CV do Embaixador

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus.

Temoingnages

Dakarnave-Chantiers Navals de Dakar, S.A., empresa de direito senegalês e de capitais 100% portugueses, está em actividade no Senegal desde 1999. Na sua equipa técnica, tem tido, ao longo destes 20 anos de actividade,  quadros técnicos de nacionalidade portuguesa, em número que tem variado entre 8 e 11 expatriados.

Naturalmente, tem havido a necessidade de recorrer aos serviços consulares com frequência, assim como, em algumas outras vezes, ao apoio directo  do próprio Embaixador, em assuntos de natureza institucional.

Após ter assumido a responsabilidade dos assuntos diplomáticos de Portugal na República de Senegal, S.ª Ex.ª o Senhor Embaixador Vítor Sereno, há cerca de um ano, toda a equipa de nacionalidade portuguesa da Dakarnave, aqui representada pelo seu Drector Geral, José António Ferreira Mendes, parte integrante desta equipa, atesta as mudanças verificadas na representação diplomática portuguesa, conforme os seguintes pontos:

  1.  Dinâmica na condução de todos os serviços
  2. Melhoria das condições de atendimento dos cidadãos
  3. Proximidade com os cidadãos representantes das empresas portuguesas no Senegal
  4. Disponibilidade para o acompanhamento institucional dos interesses portugueses no Senegal (económicos e de outras natureza)

  5. Manifestações de representatividade nacional de dimensão adequada ao nome de Portugal

Podemos concretizar as medidas visíveis que confirmam as acções acimas indicadas, relativamente:

Ao ponto 1.º – Capacidade de realização em apenas num ano, das mudanças comprovadas nos pontos seguintes,

        Ao ponto 2.º – Aquisição de novas instalações Consulares e da Embaixada, modernas e adequadas ao atendimento, condignas do nome de Portugal.

   Criação de um novo espírito de trabalho de toda a equipa consular, com a inclusão de alguns novos quadros, com efeitos visíveis na melhoria da qualidade de serviço prestado aos cidadãos.

        Aos pontos  3.º e  4.º – Promoção de encontros regulares com as empresas e interesses económicos portugueses. Estes encontros permitem um conhecimento e interacção entre todos, e criam sinergias que são importantes na procura das melhores

    soluções para os vários problemas expostos. Assim, o apoio institucional da Embaixada poderá ter mais força na sua acção junto das autoridades senegalesas.

        Ao ponto 5.º –  Comemorações do dia nacional, 10 de Junho, com uma dimensão nunca antes conseguida. Com uma lista de convidados de maior representatividade no meio económico e  social no Senegal, permitindo transmitir a esta comunidae

        estrangeira, uma mensagem da grandeza de que consideramos ser merecedora a pátria portuguesa. Também aqui, o Sr. Embaixador, com um discurso em que a dinâmica e a determinação da capacidade portuguesa ficaram bem  patentes.

     Todo este trabalho realizado em apenas um ano, fazem acreditar numa evolução rápida na defesa e apoio dos interesses portugueses,e no seu desenvolvimento, num futuro próximo.

contatos

Fenêtre vidéo